21/09/2022 às 14h47min - Atualizada em 21/09/2022 às 22h27min

Diretoria da ABAVT realiza reunião com a diretoria da Caixa Econômica Federal

Melhorias foram reivindicadas durante o encontro

SALA DA NOTÍCIA Karem Soares
Divulgação
No fim de agosto, a diretoria da ABAVT – Associação Brasileira de Assessoria às Vítimas de Trânsito realizaram uma reunião presencial em Brasília, com membros da Diretoria da Caixa Econômica, responsáveis pelo DPVAT, com objetivo de levar algumas demandas que já haviam sido solicitadas anteriormente e apresentar novas sugestões para a melhoria do funcionamento do seguro, facilitando o serviço eficiente dos procuradores associados e um bom atendimento as vítimas de trânsito. A reunião foi realizada no prédio sede da Caixa e contou com os diretores da Caixa responsáveis pelo CEVAT, pela Ouvidoria e pelo Canal do Procurador, pela ABAVT estavam presentes o Presidente Ariel Leão, o Tesoureiro Junior Marion e o Secretário Higor do Carmo.

A ABAVT apresentou  três sugestões para a diretoria da Caixa Econômica: a primeira, foi solicitar a ampliação de recursos de serviços no Canal do Procurador, a segunda foi resolver a pendência que vem ocorrendo com as empresas que realizam pericias na região centro-oeste e sul do pais e o terceiro ponto da pauta,  foi a inclusão no sistema de um modelo padrão de procurações para beneficiários menores de idade e outro modelo para os não alfabetizados, como também para o beneficiário que esteja devido a sequela, impossibilitado de assinar temporariamente.

Em relação ao Canal do Procurador, a Caixa informou que já vem trabalhando melhorias, porém algumas funções se encontram passando por testes, devido à complexidade que existe para se ter um funcionamento sem entraves no sistema, foi solicitado um tempo para essa ampliação de serviços. A diretoria da entidade informou que o Canal hoje é o principal meio de comunicação do Procurador com a Caixa e é muito importante essas ampliações de serviços. Relativo as empresas de perícias médicas, foram apresentados todos os problemas que vem ocorrendo referentes a esses atendimentos, onde a Caixa se comprometeu a fiscalizar de forma mais intensa os serviços prestados por essas empresas cadastradas. Em relação a procuração, foi apresentado um modelo de procuração com a inclusão do beneficiário menor e um texto para ser usado nos cartórios para as procurações públicas, com objetivo de padronizar esses documentos.

Para  satisfação de nossos associados e das vítimas de trânsito, na primeira semana de setembro, a Caixa disponibilizou em seu sistema, um modelo de procuração padrão que inclui também o beneficiário menor de idade, informado também por e-mail aos procuradores um texto padrão para as procurações públicas, que já está disponível para download, alertamos que na reunião, a caixa informou que algumas pendências estavam acontecendo devido a alterações feitas nas procurações, por parte de alguns procuradores e por se tratar de um documento elaborado pela Caixa.

Ariel acrescenta que a boa conduta profissional dos associados da ABAVT e a gestão bem unificada da diretoria, nos torna forte reconhecidos pelo país. “Nosso diálogo com a Caixa tem aberto muitas portas, gerando a possibilidade de termos nossas demandas serem avaliadas e muitas vezes colocadas em prática, pelos gestores do DPVAT”.

Notícias Relacionadas »
Comentários »