10/08/2022 às 22h21min - Atualizada em 13/08/2022 às 00h01min

Filho de peixe, peixinho é: conheça a lista dos filhos que seguiram os passos dos pais e se tornaram esportistas

Site cita dupla de pais e filhos nos esportes

SALA DA NOTÍCIA LatAm Intersect PR
https://www.sites-de-apostas.net/prognosticos-noticias/filho-de-peixe-peixinho-e-filhos-de-esportistas-que-seguiram-os-passos-dos-pais
Centroavante Erling Haaland agora jogando pelo Manchester City (©Imago Images / Icon Sportswire)

São Paulo, 10 de agosto de 2022 - É muito comum ver casos de filhos que seguem a mesma profissão dos pais, em qualquer área que seja. No mundo do esporte, isso também é uma grande realidade, mas existe um nível de pressão bem mais alto. Os filhos dos grandes ídolos carregam nas costas o peso de continuar o legado da família, seja para superar ou, pelo menos, alcançar os feitos de seus pais como atletas. Por outro lado, existem exemplos onde o ‘aluno supera o mestre’.

 

Para celebrar o Dia dos Pais, o sites-de-apostas.net montou uma lista de esportistas que seguem os passos de seus progenitores para fazer carreira nas mesmas modalidades. Confira:

 

Erling Haaland - Alfie Haaland

Um dos grandes fenômenos recentes que surgiu no mundo do futebol atende pelo nome de Erling Haaland. Após se destacar no Red Bull Salzburg, foi para o Borussia Dortmund, onde fez três ótimas temporadas. Nesta janela de transferências, o jovem goleador acertou sua ida ao Manchester City para dar continuidade à história da família no clube, iniciada por seu pai, Alfie Haaland, entre 2000 e 2003.

 

Max Verstappen - Jos Verstappen

Max é um exemplo de filho que aperfeiçoou os talentos do pai. Jos Verstappen fez uma carreira pouco brilhante na Fórmula 1, entre 1994 e 2004, mas viu o filho se destacar na modalidade desde cedo. O holandês é o atual campeão e caminha a passos largos para a conquista do bicampeonato.

 

Giovanni Simeone - Diego Simeone

Conhecido pelo DNA ‘guerreiro e vencedor’ ele, que comanda o Atlético de Madrid, já foi figura muito importante como jogador. Meio-campista, o argentino atuou em grandes clubes como Sevilla, Inter de Milão, Lazio, Roma, além do próprio Atleti. Giovanni, filho de Diego, seguiu os passos do pai e, atualmente, joga no Hellas Verona, da primeira divisão da Itália.

 

Diego Forlán - Pablo Forlán

O uruguaio, que jogou em grandes times da Europa e foi eleito o craque da Copa do Mundo em 2010, não tinha tanto talento por acaso. Diego Forlan é filho de Pablo Forlán, ídolo que disputou mais de 200 jogos pelo São Paulo na década de 70, defendendo a Seleção Celeste nas Copas do Mundo de 1966 e 1974.

 

Jacques Villeneuve - Gilles Villeneuve

Jacques foi um automobilista canadense de destaque, venceu a Fórmula Indy e as 500 Milhas de Indianápolis no mesmo ano, em 1995, além do título mundial da Fórmula 1, em 1997. É filho do ex-piloto e ídolo da Ferrari, Gilles Villeneuve, que morreu em 1982 após um acidente durante a prova de qualificação para o GP da Bélgica, em Zolder.

 

Daniel Maldini - Paolo Maldini

Em 2020, Daniel fez sua primeira partida no profissional e passou a representar a terceira geração da família Maldini a atuar pelo Milan. Criado nas divisões de base do clube, o jovem atacante é filho de Paolo Maldini e neto de Cesare Maldini, que fizeram história pela equipe rossonera como defensores. No dia 30 de julho, o Milan anunciou seu empréstimo para o Spezia, da primeira divisão italiana, até o final da temporada.

 

Rivaldinho - Rivaldo

Filho de Rivaldo, ex-jogador pentacampeão mundial pelo Brasil, em 2002. Rivaldinho já teve passagens pela base do Corinthians e se tornou profissional em 2015, no Mogi Mirim. Atualmente, joga no CS Universitatea Craiova, da 1ª divisão da Romênia.

 

Kasper Schmeichel - Peter Schmeichel

Tal pai, tal filho. Duas gerações de dinamarqueses que fizeram história no futebol inglês. Peter é uma lenda que defendeu por oito anos o Manchester United e conquistou a Eurocopa de 1992, enquanto seu filho, Kasper, se tornou um ídolo do Leicester City, e um dos principais símbolos da histórica conquista da Premier League, em 2016. Na última terça-feira (2), o goleiro acertou sua transferência para o Nice, da França, e se despediu do Leicester após 11 temporadas.

 

Laila Ali - Muhammad Ali

Campeã mundial de boxe em 2002 na categoria supermédio e dona de 24 vitórias na carreira, Leila Ali se aposentou de forma invicta e, sem dúvida nenhuma, honrou o nome de seu pai, Muhammad Ali, que é visto como um dos principais atletas da história.

 

Stephen Curry / Seth Curry - Dell Curry

Considerado o maior arremessador de todos os tempos na NBA, Stephen Curry se apaixonou pelo basquete ainda criança através de seu pai, Dell Curry, jogador do Charlotte Hornets na década de 90. Stephen continua fazendo história no Golden State Warriors e já acumula quatro títulos em seu currículo, mas não é o único que herdou os talentos do pai. Seth Curry, o filho mais novo de Dell, também atua na NBA pelo Brooklyn Nets, e é outro excelente arremessador.

 

Gary Payton II - Gary Payton

Mais um atleta que seguiu os passos do pai e virou jogador de basquete é Gary Payton II, filho do grande defensor e ex-All Star Gary Payton. Gary Payton II também é conhecido pelo jogo defensivo e se destacou no título do Golden State Warriors, em 2022. Após o final da temporada, assinou contrato para jogar no Portland Trail Blazers.

 

Peyton e Eli Manning - Archie Manning

É difícil falar em NFL e não lembrar da lendária família Manning. Archie foi o primeiro da geração a impressionar, mesmo nunca tendo vencido um Super Bowl. No entanto, deu origem a dois dos mais dominantes jogadores na história da liga, Eli Manning e Peyton Manning. Ambos conquistaram dois títulos do Super Bowl cada um, além dos incontáveis prêmios individuais.

 

Nico Rosberg - Keke Rosberg

Em 1982, Keke Rosberg se tornou o primeiro piloto finlandês a conquistar um campeonato mundial de Fórmula 1, correndo pela Williams. Seu filho Nico, disputou dez temporadas na carreira e se aposentou em 2016, dias após conquistar um sonhado título. Keke e Nico são uma das duas únicas duplas de pai e filho a conquistarem a Fórmula 1, ao lado dos ingleses Graham e Damon Hill.

 

Mick Schumacher - Michael Schumacher

Mick iniciou sua trajetória na Fórmula 1, em 2021, pela equipe da Haas, e busca honrar o nome do pai dentro das pistas, mesmo que com pouco brilho. O jovem alemão é filho do grande Michael Schumacher que, por sua vez, foi sete vezes campeão, sendo cinco vezes consecutivas pela Ferrari, onde protagonizou momentos históricos para os fãs de automobilismo.

 

Bruninho - Bernardinho

O levantador e capitão da seleção brasileira é filho do ex-jogador e treinador Bernardinho. Bruno seguiu os passos do pai e construiu uma vitoriosa carreira no Vôlei. Em 2016, fez parte da conquista do ouro olímpico no Rio de Janeiro.

 

Enzo Zidane - Zinedine Zidane

Carregar o nome de um dos grandes jogadores da história do futebol deve ser uma tarefa muito complicada, e os filhos de Zinedine Zidane ainda buscam o sucesso dentro das quatro linhas. Dos quatro filhos do ex-craque, apenas dois já atingiram nível profissional: Enzo, que atua pelo Fuenlabrada, da terceira divisão espanhola, e Luca, que atualmente está sem clube, após deixar o Rayo Vallecano.

 

Martine Grael - Torben Grael

Atual coordenador da seleção brasileira de vela e dono de 5 medalhas olímpicas, Torben Grael recebeu uma companhia especial no clube de brasileiros que possuem duas medalhas de ouro em Olimpíadas: a de sua filha, Martina, que se tornou bicampeã em Tóquio. Ela já havia conquistado o 1° lugar no Rio em 2016.

 

Thiago e Rafinha Alcântara - Mazinho

Tetracampeão Mundial com a Seleção Brasileira em 1994, Mazinho certamente se sente orgulhoso em ver que seu legado como jogador continua através de seus filhos. Thiago e Rafinha surgiram no futebol pelo Barcelona, antes de seguirem carreira por clubes diferentes. Atualmente, Rafinha pertence ao Paris Saint-Germain, enquanto Rafinha é peça importante no Liverpool.

 

Kobe Bryant - Joe Bryant

Joe Bryant construiu uma carreira sólida no basquete. Depois de oito temporadas na NBA entre Philadelphia 76ers, San Diego Clippers e Houston Rockets, foi jogar na Europa, em 1983. Nas arquibancadas do basquete italiano, ali estava um pequeno garoto estadunidense que estudava o basquete, vendo seu pai jogar. Anos depois, esse garoto seria eternizado como um dos maiores jogadores de todos os tempos: Kobe Bryant. Todos os seus 20 anos de carreira foram com a camisa do Los Angeles Lakers, onde conquistou cinco títulos da NBA e inúmeros recordes. Em 2020, o lendário Kobe foi vítima de um trágico acidente de helicóptero que tirou sua vida, mas ficará para sempre nas lembranças de todos os amantes do basquete.


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »