24/09/2021 às 17h14min - Atualizada em 25/09/2021 às 00h00min

Híbrido, presencial ou home office: qual o melhor modelo de trabalho para minha equipe?

Por Raphael Tavares*, CRO do Escala App

SALA DA NOTÍCIA Victoria

Com o contexto de pandemia muitas coisas mudaram e não foi diferente com os modelos e relações de trabalho. As empresas buscaram se ajustar para suprir as necessidades dos negócios, aliadas às exigências e segurança dos profissionais. Assim, embora o avanço com as vacinações tenham trazido uma nova perspectiva de esperança para as organizações, muito ainda tem se falado acerca do retorno às atividades presenciais. 

Isto porque, com o início da pandemia, as empresas precisaram recorrer ao trabalho remoto como a alternativa possível para continuar a desempenhar suas atividades e a ideia de trabalhar de casa se mostrou diferente do que a maioria das pessoas pensava quanto à produtividade e eficiência, além de proporcionar ganhos bilaterais, que, até então, era algo almejado apenas para o futuro. A tendência traz, portanto, diversos desafios, pois é preciso manter sua equipe engajada e prestar apoio a todos na mesma intensidade, mesmo à distância.

A grande dúvida das organizações é decidir, portanto, o modelo de trabalho que será definitivamente adotado daqui em diante. Enquanto o trabalho presencial, como o nome já diz, é realizado presencialmente no espaço da sua organização, o modelo remoto ocorre sem a necessidade de comparecer ao escritório onde a empresa está localizada e pode ser realizado de casa (home office) ou de qualquer outro lugar que você esteja, bastando apenas estar conectado a internet.

Mas, afinal, como saber qual o modelo de trabalho mais indicado para a sua equipe? Descubra a seguir:

Modelo de trabalho presencial

No modelo de trabalho presencial, existe a vantagem de maior relacionamento com a equipe, proximidade e acompanhamento das atividades de forma instantânea. Além de proporcionar também:

  • Maior proximidade e interação com os colegas de trabalho;
  • Mais agilidade na resolução de problemas;
  • Socialização com colegas de trabalho;
  • Horários bem definidos para início e término da jornada, além de almoço;
  • Consciência de estar em um local específico para trabalhar.

Modelo de trabalho remoto

Já na modalidade remota, é possível reduzir gastos com aluguéis e amenidades como café, água, luz e até mesmo o tempo necessário para o deslocamento diário e com isso, também ganhar em produtividade de ambas as partes. Outros benefícios deste modelo de trabalho são:

  • Maior comodidade e flexibilidade de horário;
  • Aumento da qualidade de vida;
  • Mais autonomia para tomar decisões;
  • Melhoria da produtividade;
  • Redução do absenteísmo;
  • Redução de custos;
  • Redução de turnover.

 

Modelo de trabalho híbrido

O modelo de trabalho híbrido proporciona, sem dúvida alguma, o melhor dos dois mundos, pois as atividades profissionais podem ser realizadas na sede da empresa ou em outros locais e permitem a flexibilização da jornada para o funcionário que pode optar entre o que faz mais sentido para ele. Alguns outros benefícios do trabalho híbrido são:

  • Flexibilidade para otimizar compromissos pessoais e profissionais;
  • Qualidade de vida;
  • Produtividade;
  • Redução de custos por manter uma estrutura menor.

 

E o que é melhor para sua empresa?

A escolha do modelo de trabalho ideal depende inteiramente do tamanho da sua empresa, da necessidade de interação com o público para suprimento das demandas e dos seus objetivos de negócio. Na experiência que tivemos aqui no Escala e também acompanhando nossos clientes com esse problemas, chegamos à algumas conclusões:

Se a sua empresa é pequena (1-50 funcionários):
Qualquer um dos modelos pode funcionar bastante, pois, tendo em vista que o time é enxuto, o engajamento e a produtividade tendem a se manter bastante ativos, mesmo à distância.
Se sua empresa tem necessidade de estar presencial, também não é um grande problema. Basta ter um espaço amplo, reforçar sempre o uso de máscaras e/ou fazer revezamento. Desta forma, a biossegurança dos colaboradores é preservada.
Neste caso, interações com todos os colaboradores, podem ficar no modelo remoto via vídeo-chamada sem quaisquer interferências. 

Se sua empresa é média (50-500):
O modelo de trabalho híbrido pode funcionar muito bem. Afinal, mesclando o presencial com o remoto você garante mais autonomia para os seus colaboradores e mais flexibilidade para a execução de tarefas. Além do mais, não precisará se preocupar em alugar escritórios maiores caso a empresa continue a crescer. Total presencial ou total remoto podem ser um risco para essas empresas.

Se a sua empresa é grande (500+): apesar das dificuldades, grandes empresas geralmente têm ferramentas e estrutura para gerirem bem o home office. Com exceção de algumas áreas que precisam estar presenciais.
Para alguns casos, a interação física é necessária para a execução e andamento de projetos. Esses casos devem ser tratados com cuidado e sempre prezando pela segurança.

Para todos esses casos, existem boas ferramentas no mercado para ajudarem na gestão.

Em resumo, para garantir uma melhor experiência para os seus colaboradores, você deve ter em mente que estamos falando de pessoas, que assim como você, precisam de tempo para se planejar para o trabalho, bem como para o descanso e compromissos pessoais. Assim, escolher um modelo de trabalho que garanta mais qualidade de vida para eles e maximize o seu potencial de produtividade no trabalho é, sem dúvidas, a melhor saída.

 

*Raphael Tavares é Chief Revenue Officer (Diretor de Marketing, Vendas e Sucesso do Cliente) da startup Escala, HRTech que oferece uma solução para aumentar a transparência da gestão e agilizar a elaboração de escalas de trabalho, plantões e turnos.


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Como você avalia nosso conteúdo?

56.2%
25.0%
10.7%
8.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp