21/09/2022 às 22h46min - Atualizada em 22/09/2022 às 00h01min

Quais são as competências fundamentais Para os novos líderes?

A Duomo Aprendizagem Corporativa sinaliza quais são os pontos fundamentais que devem ser trabalhados na transição profissional

SALA DA NOTÍCIA Paula Ferezin
A primeira experiência com a liderança exige do colaborador uma mudança de mentalidade. O profissional enfrenta novos desafios: os problemas exigirão soluções mais complexas e a responsabilidade pelos resultados da equipe passa a ser sua. A seguir, a Duomo Aprendizagem Corporativa, especialista em potencializar habilidades e desenvolver as competências necessárias para cargos de liderança, cita alguns pontos que devem ser observados tanto pelo profissional quanto pela empresa para um processo de transição assertivo.

“Por mais que promoções no trabalho sejam geralmente eventos positivos e desejados, acompanhados de maiores salários, prestígio, autonomia e chances de autorrealização, elas também significam encarar desafios desconhecidos e gerenciar um número maior de atividades e pessoas. Em resumo, ser promovido implica também maiores e mais complexas demandas de trabalho”, aponta Joacir Martinelli, diretor executivo da Duomo Aprendizagem Corporativa.

Apesar da autonomia e prestígio conquistados, a nova posição pode também gerar hesitações. Sentir-se seguro com as competências humanas alivia as preocupações relacionadas às novas demandas. Afinal, um bom desempenho em cargos de liderança mobiliza a capacidade de exercer influência e impulsionar a equipe na direção dos melhores resultados.

Algumas pessoas relutam e insistem em cumprir tarefas da mesma forma que faziam anteriormente. Desse modo, passam do cargo de colaborador para o de gestor sem fazer uma transição de valores comportamentais. Isso pode levá-las a executar tarefas sozinhas, desperdiçando seu potencial em “apagar incêndios” e não no que sua nova posição realmente pede, com a dedicação às questões mais estratégicas do negócio.

Avaliar e aconselhar o trabalho do time, atribuir tarefas, preencher novas posições, são atividades que exigem que os gestores aprendam a reconduzir seu tempo. “Existem ferramentas para evitar que esse receio se transforme em um obstáculo para crescer profissionalmente”, afirma Martinelli. “Todos têm, em níveis diferentes, o potencial de liderar. Independente da história, da formação e dos talentos naturais de cada um, lidamos com seres humanos desde que nascemos. Para vivermos em sociedade são exigidas essas habilidades de liderança. Os profissionais precisam desenvolver essa habilidade e a empresa tem o papel de auxiliá-los nessa transição”.

A robustez psicológica, também conhecida como psychological hardiness, é uma das soluções que podem ajudar a atingir o equilíbrio fundamental para a eficiência, tanto na vida profissional, quanto na vida pessoal. Resiliência, ou adaptabilidade proativa, é indispensável para a liderança, que precisará adotar diferentes posturas em contextos diversos.

A Duomo propõe não focar apenas no desempenho atual de um indivíduo, mas avaliar seu potencial de desenvolvimento de acordo com as necessidades atuais e futuras da empresa. Agilidade no aprendizado, vontade de engajar e compreender as situações no ambiente de trabalho devem ser algumas das qualidades valorizadas nesse novo líder. “Os gestores seniores geralmente recebem a maior parte de seu treinamento de liderança durante os capítulos finais de suas carreiras, quando têm mais experiência, ou seja, teoricamente quando menos precisam dele. As organizações precisam mudar esse modelo e, ao realizar as análises anuais de desempenho e talento, identificar quais são os de alto desempenho e de alto potencial (HiPos) e oferecer-lhes um amplo desenvolvimento, para que assim os novos gestores tenham mais bagagem e segurança nessa nova etapa da carreira”, sinaliza Martinelli.


Sobre a Duomo Aprendizagem Corporativa
https://duomo.com.br

Há mais de 20 anos no mercado de educação corporativa, a Duomo é especializada em treinamentos corporativos que geram resultados, com foco em apoiar o RH e a estrutura de gestão de pessoas. Os profissionais que participam dos treinamentos sentem a diferença na prática, influenciando diretamente suas jornadas de aprendizagem.

Para deixar as organizações mais produtivas e os colaboradores realizados, a Duomo desenvolve estratégias exclusivas para atender as necessidades de cada companhia e fortalecer as competências humanas, criando treinamento sob medida para cada empresa.

Entre os destaques, está o serviço de gestão de turnover, feito por meio do Atena, um sistema que utiliza a IA, que é o primeiro a coletar dados de forma amigável e humanizada e que cruza as informações para localizar padrões que podem ser gerenciados com o objetivo de aumentar a retenção.
Em dezembro de 2021, a Duomo recebeu a certificação internacional Great Place to Work (GPTW), comprovando na prática como fortalecer as competências humanas tem impacto direto no relacionamento com os colaboradores e em um bom ambiente de trabalho.

Reconhecida nacionalmente pela contribuição à alta performance, os treinamentos já foram realizados em grandes empresas, como Bosch, Burger King, Cassol, CNH Electrolux, Embraco, Fiat powertrain, GRPCOM, Grupo Boticário, HSBC, Renault, Sicredi, Unimed, Votorantim, Volvo e Whirlpool.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »