22/09/2021 às 15h48min - Atualizada em 22/09/2021 às 20h30min

Atleta de natação da ABDA conquista medalha Canguru de Matemática

Inspirado pelas conquistas de outros colegas, Guilherme Barbuio se dedicou e também garantiu a sua

SALA DA NOTÍCIA Sheila Junqueira - Assessoria de Imprensa ABDA
https://abdabauru.com.br/blog/2021/09/22/atleta-da-natacao-conquista-medalha-canguru-de-matematica/
Divulgação ABDA

Guilherme Serrano Barbuio tem 9 anos e pratica natação na Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA) desde os 6 anos de idade. Já conquistou três medalhas no esporte, mas recentemente, após muita dedicação nos estudos, adicionou mais uma medalha a sua coleção. Uma medalha que Guilherme quis muito conquistar, inspirado por outros colegas que também conseguiram.

Trata-se da medalha do Concurso Canguru de Matemática, uma olimpíada de conhecimento anual internacional destinada a alunos do 3º ano do Ensino Fundamental até os da 3ª série do Ensino Médio. A competição de matemática, que teve origem na França e é administrada globalmente pela Associação Canguru sem Fronteiras (Association Kangourou sans Frontières - AKSF), é a maior do mundo, com mais de 6 milhões de participantes por ano em mais de 80 países.

+ Leia mais: Natação da ABDA tem mais dois medalhistas na Olimpíada de Astronomia

+ Leia mais: Atleta da ABDA leva 2 bronzes na Olimpíada Canguru de Matemática

Guilherme, aluno do 4º ano fundamental da escola Cisne Real, conseguiu a sonhada medalha e também um Certificado de Honra ao Mérito, por estar entre os 4% melhores colocados, por nível, em território nacional. “Eu gosto muito de matemática, acho um assunto muito interessante. Também já participei da OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica)”, explica.

Guilherme, no Torneio Regional onde foi 1º lugar nado borboleta e nado costas

Guilherme, no Torneio Regional onde foi 1º lugar nado borboleta e nado costas

Guilherme, no Torneio Regional onde foi 1º lugar no nado borboleta e nado costas

O atleta, que divide o tempo entre a natação e os estudos, conta que sempre gostou de esportes, já sabia nadar o básico, mas foi na ABDA que se aperfeiçoou. “A ABDA me ensinou muitas coisas que eu não sabia no passado. Comecei a treinar na Hípica e hoje estou nadando na Arena.”

Guilherme explica como faz para conciliar treinos e estudos. “Eu procuro dividir o meu tempo. De manhã, logo que acordo, procuro fazer a tarefa. Depois vou para o treino na ABDA, que é das 9h30 às 11h. Volto, vou para a escola, estudo até final da tarde e, quando tenho provas, estudo no final de semana”, detalha.

Como bom aluno de matemática, Guilherme almeja se formar em Engenharia, mas sabe que, para isso, precisa se dedicar e levar muito a sério os estudos. Porém, ele também sonha em ser um grande nadador. Sua prova preferida é o nado costas. “Já competi três vezes pela ABDA. Minha primeira competição foi o Pré-Paulista, tomada de tempo, onde fiquei em 1º lugar no nado costas. No Campeonato Paulista, fiquei em 1º no nado costas, novamente, e no Torneio Regional, que foi mais recente, conquistei 1º lugar nado borboleta e nado costas”, relembra.

+ Leia mais: Atleta da ABDA é medalhista da Olimpíada Brasileira de Astronomia

+ Leia mais: Atleta de polo aquático da ABDA é prata na Olimpíada Nacional de Ciências

+ Leia mais: Atleta da ABDA é campeão dentro e fora da piscina

Os pais Solange Aparecida Serrano e João Paulo Barbuio contam que Guilherme começou a nadar devido a problemas respiratórios. “Agradecemos a ABDA pelas oportunidades que ele está tendo. A natação possibilitou a cura”, relata a mãe.

Quanto à relação esporte e escola, Solange acredita que está tudo interligado. “Na parte do desenvolvimento físico, emocional e social, nós vemos um grande avanço, uma influência positiva do esporte. Também conseguimos notar a questão da disciplina, do esforço, do empenho na natação se refletindo na vida escolar. Mais disciplina na realização das tarefas, dos compromissos escolares”, comenta.

E assim segue Guilherme, entre uma braçada e outra e contas de matemática. Ele, que se inspirou nos colegas, agora também será motivo de inspiração para outros. Sempre com humildade, persistência e fé.

+ Leia mais: Pesquisa com atletas da ABDA comprova poder transformador do esporte

+ Leia mais:  ABDA vale a pena: esporte e educação são fórmula do sucesso

+ Leia mais:  ABDA tem 5 novos projetos aprovados para patrocínio


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Como você avalia nosso conteúdo?

56.0%
25.3%
10.7%
8.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp