25/05/2022 às 15h26min - Atualizada em 25/05/2022 às 19h20min

5 questões que quem faz Krav Maga tira de letra

Como a pratica do Krav Maga, a defesa pessoal israelense, ajuda as pessoas a superarem a INSEGURANÇA, a FALTA DE AUTOESTIMA, a ANSIEDADE, a FALTA DE FOCO e a TIMIDEZ, trabalhando a parte física e mental das pessoas

SALA DA NOTÍCIA Roberta
www.kravmaga.com.br
Em nosso dia a dia nos deparamos com situações que nem sempre conseguimos enfrentar por conta de questões que nos travam, como a insegurança, a baixa autoestima, a falta de foco ou de disciplina, o excesso de ansiedade e a timidez.

Em qualquer fase da vida – desde a infância, até já na vida adulta -, esses fatores muitas vezes nos fazem perder oportunidades, a permanecer em condições inaceitáveis de vida e nos impedem de seguir em frente com nosso desenvolvimento pessoal ou profissional.

Quem não gostaria de encarar de cabeça erguida o valentão da escola que fica provocando?

Ou quem sonha em não ter mais que baixar a cabeça em caso de violência doméstica por medo?

Ou quem não quer andar com tranquilidade nas ruas, sabendo que está atento e preparado o suficiente para voltar vivo para casa?

O Krav Maga, a técnica de defesa pessoal israelense, é uma ferramenta muito eficiente para ajudar as pessoas a encarar essas questões e superar limites.

O israelense Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-vermelha – 8º Dan), que preside a Federação Sul Americana de Krav Maga, referência mundial em qualidade e precursora do Krav Maga na América Latina, explica como a modalidade promove benefícios físicos e comportamentais aos praticantes:

INSEGURANÇA:
O Krav Maga torna possível que o praticante melhore sua relação com o medo e consiga enfrentar as situações do dia a dia de cabeça erguida, preparado para o pior que possa acontecer. Isso porque o Krav Maga é uma modalidade de defesa pessoal criada para que qualquer pessoa, homem ou mulher, independentemente de sua idade ou preparo físico, possa se defender de um ou mais agressores, armados ou não.

“O treinamento de Krav Maga realizado com profissionais devidamente preparados, prepara o aluno – física e mentalmente -, a partir de simulações controladas e da técnica, simples e eficiente, para que ele possa dominar a sua reação frente ao medo, olhar a situação com clareza e decidir a melhor maneira de agir para voltar vivo e em segurança para casa”, conta Grão Mestre Kobi.

FALTA DE AUTOESTIMA:
O treinamento constante e bem orientado de Krav Maga reflete diretamente na autoestima do praticante. “Quando um aluno percebe que ele tem técnicas e preparo para controlar o medo e suas reações, ele se torna uma pessoa mais segura de si, o que vai refletir diretamente em seu modo de encarar o mundo”, diz Grão Mestre Kobi.

Essa autoestima é reforçada durante os treinamentos, pois uma vez que o Krav Maga é uma modalidade de defesa pessoal e não um esporte de competição, ou seja, no tatame, há sempre o incentivo para a melhoria continuada de todos.

ANSIEDADE EM EXCESSO
Pode-se dizer que a ansiedade e o mal da vida moderna. Mas quem pratica o Krav Maga com profissionais devidamente habilitados melhora a capacidade de controlar suas emoções e suas reações. Esse autocontrole para avaliar as situações de risco, exercitado em todos os momentos do treino, reflete não só na questão da segurança, mas também no dia a dia.

Ou seja, além desse aluno ter melhor controle de suas emoções e um momento de risco, como um assalto ou uma ameaça, ele passa também a ter melhor controle sobre a sua ansiedade no seu dia a dia.

FALTA DE FOCO, FALTA DE ATENÇÃO
Praticar Krav Maga exige constância, dedicação e disciplina. Repetir cada movimento até a perfeição é o que pode salvar a vida do praticante um dia. Exercitar a atenção e o foco faz parte desse treinamento.

E, nos dias atuais, quando os alvos mais fáceis são aqueles que andam pelas ruas olhando o celular ou com a cabeça longe, envolvida nas preocupações do dia, o praticante de Krav Maga consegue evitar uma possível agressão só pelo fato de se manter atento. E esse foco, atenção e disciplina também se refletem nos estudos e no trabalho. 

TIMIDEZ
Uma pessoa tímida tem dificuldade de se comunicar, quem dirá de se impor. Muitas vezes, ele perde oportunidades com essa postura. “Quando o praticante de Krav Maga começa a melhorar sua autoconfiança e autoestima, ele consegue melhorar sua comunicação e sua forma de se colocar frente à cada situação”, conta Grão Mestre Kobi. 

E completa: “Na Federação Sul Americana de Krav Maga estimulamos que os alunos treinem em duplas ou em grupo e sempre se revezando para que percebam que vão conseguindo se defender do menor e do maior, do mais forte e do mais fraco. Tudo isso faz com que até o mais tímido passe a destravar sua comunicação, melhorando também esse aspecto”.


TREINO COM RESPONSABILIDADE
É importante lembrar que Krav Maga é uma arte de defesa pessoal que lida com a vida das pessoas. Para treinar com segurança, é fundamental que se procure por profissionais comprovadamente habilitados.
Para saber mais, acesse www.kravmaga.com.br


Sobre a Federação Sul Americana de Krav Maga - referência mundial em qualidade, é a precursora do Krav Maga na América Latina. Conta com representação no Brasil, México, Argentina e Portugal, onde trabalha pela preservação da filosofia, didática e técnica do Krav Maga, tal como foi criado e ainda é aplicado em Israel. É presidida por Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-vermelha – 8º Dan), aluno direto do criador do Krav Maga, Imi Lichtenfeld e seu primeiro aluno a sair de Israel para difundir a modalidade. Vivendo no Brasil desde 1990, Grão Mestre Kobi forma e atualiza pessoalmente seus instrutores, garantindo a qualidade e a ética do Krav Maga praticado na Federação Sul Americana de Krav Maga.

Facebook: @mestrekobikravmaga
Instagram: @kravmaga_mestrekobi
Twitter: @KravMagaKobi
Youtube: Krav Maga das Américas
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »