13/09/2021 às 11h22min - Atualizada em 13/09/2021 às 11h22min

Suspeito de dirigir sob efeito de drogas reage à abordagem policial e é contido com bala de borracha

O Tenente da PM AC terminou a ação com leves ferimentos

- João Tavares
Por Fatos Regionais

Por volta da meia noite de ontem (12), equipes de policiais militares de radiopatrulhamento e da Força Tática, de Três Lagoas, iniciaram patrulhamento na localidade conhecida como "invasão", Rua do Beco, no bairro Vista Alegre, em Água Clara. De acordo com relato da PM, moradores bem intencionados relataram tráfico de drogas e possível porte de armas de fogo. Os militares desembarcaram das viaturas e iniciaram patrulhamento a pé sob a escuridão no referido bairro.

Em seguida, um veículo Ford New Fiesta com placas de Água Clara, em condução aparentemente irregular, adentrou o beco não iluminado e, ao ser abordado, o motorista se mostrou hostil, resistindo em desligar e a descer do seu veículo. Também não respondeu seu nome e disse que estava chegando do município de Três Lagoas e que reside em Água Clara.

Indagado sobre o destino que iria naquele local e naquela hora, informou que estava indo devolver o veículo, mas não informou também o nome da pessoa a quem entregaria o automóvel. Após muitas contradições nas respostas, a polícia percebeu no rapaz características comportamentais de possível uso de substância ilícita, como olhos vermelhos, agressividade, agitação extrema, nervosismo, olhar ameaçador, desordem nas roupas, arrogância, exaltação e dispersividade. Além de não saber mencionar e precisar seu endereço e nem de onde veio, percebeu-se também a  dificuldade no equilíbrio; falta de coordenação motora e fala alterada.

Diante de tal situação, a gravidade de tal cidadão conduzir o veículo e os indícios fortes de uso de substância psicoativa, realizou-se busca veicular. No interior do veículo foi localizada uma embalagem utilizada costumeiramente para acomodação de cocaína in tese e um pequeno papelote aparentando ser cocaína. Nesse momento, tendo em vista o ato, o cidadão recebeu voz de prisão pela prática de direção de veiculo automotor sob influência de substância psicoativa que cause dependência. Disse que não iria e que ninguém encostaria nele.

Ainda segundo o B.O, quando os militares se aproximaram, o cidadão se exaltou, quebrou seu celular Samsung e houve a necessidade de imobilização. Ele ainda tentou agredir os policiais e os jogou no chão. Contudo, após alguns minutos imobilizado e resistindo, ocorreu a necessidade de uso de disparos de elastômeros para o sucesso da contenção. Na sequência, ele foi algemado.

Prontamente encaminhado ao Hospital municipal, recebeu atendimento médico, realizado corpo de delito e foi liberado, apresentado na delegacia de Polícia Civil por portar drogas, desobediência, resistência e dirigir veículo automotor sob efeito de álcool. O tenente da Polícia Militar Wellington Luiz foi lesionado na ação durante atuação de imobilização do cidadão, com escoriação no cotovelo esquerdo, sendo configurada como lesão leve.

O veículo foi apreendido por não ter apresentado condutor habilitado em tempo hábil e removido para o Ciretran local.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Como você avalia nosso conteúdo?

56.2%
25.0%
10.7%
8.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp