11/01/2022 às 17h56min - Atualizada em 11/01/2022 às 17h56min

Acusada de estrangular e enterrar a filha ainda viva vai a júri popular nesta quarta-feira em Três Lagoas

Hojemais
O juiz da 1ª Vara Criminal de Três Lagoas, Rodrigo Pedrini Marcos, marcou para amanhã (12) a partir das 8 horas, o júri de Emileide Magalhães acusada de estrangular e enterrar a filha de 10 anos viva de cabeça para baixo em Brasilândia, município distante 102 quilômetros de Três Lagoas.
 
O crime ocorreu em março de 2020 e foi descoberto pela Polícia Civil depois que a mãe da adolescente procurou a delegacia para registrar o desaparecimento da filha. No mesmo dia, já no período noturno, Emileide ligou para a PM e confessou o crime. A mãe ainda levou os policiais no local onde enterrou a criança.
 
Além dela, o filho de 13 anos de Emileide, irmão da vítima também teria participado da morte de Gabriely Magalhães. A morte da garota teria sido motivada pelo fato dela ter contado que estava sendo abusada sexualmente pelo padrasto.
 
O exame necroscópico de Gabriely apontou que ela apresentava várias lesões pelo corpo, indicando possível ocorrência de tortura. A causa da morte foi asfixia mecânica por compressão do tórax, compatível com o relato do irmão.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Como você avalia nosso conteúdo?

56.4%
25.1%
10.6%
7.9%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp