21/08/2021 às 16h00min - Atualizada em 22/08/2021 às 00h00min

Israel combate 4ª onda da Covid com 3ª dose e em busca de quem hesita tomar a 1ª e a 2ª

Em meio a aumento de casos e mortes devido à delta, 90% das hospitalizações são de pessoas que não se imunizaram

Folha de São Paulo
https://redir.folha.com.br/redir/online/mundo/rss091/*https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2021/08/israel-combate-4a-onda-da-covid-com-3a-dose-e-em-busca-de-quem-hesita-tomar-a-1a-e-a-2a.shtml

Israel enfrenta uma quarta e severa onda de Covid-19 após a chegada da variante delta, no começo de julho. Um mês e meio depois, o país lida com um aumento significativo no número de infectados, hospitalizações e mortes, mesmo com um dos maiores índices de vacinação do mundo: quase 60% da população ?ou 74% dos maiores de 12 anos? estão completamente imunizados.



O percentual talvez tenha aproximado Israel da imunidade coletiva diante do vírus original. Mas certamente não é mais suficiente na era da delta. Assim, há cada vez mais indícios de que os fármacos atuais protegem com menor eficácia cinco meses após a aplicação. E, como o país começou a vacinação em massa no final de dezembro, boa parte dos vacinados recebeu a segunda dose há mais tempo.
Leia mais (08/21/2021 - 16h00)

Fonte: https://redir.folha.com.br/redir/online/mundo/rss091/*https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2021/08/israel-combate-4a-onda-da-covid-com-3a-dose-e-em-busca-de-quem-hesita-tomar-a-1a-e-a-2a.shtml
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Como você avalia nosso conteúdo?

56.0%
25.3%
10.7%
8.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp